Pressione "Enter" para pular para o conteúdo

Ponto de VistaTurismo

Turismo LGBTI+ e seu impacto transformador

O turismo é uma atividade econômica de grande impacto no desenvolvimento financeiro e social de um país ou região. Em 2023, será responsável por cerca de 8 milhões de empregos e 7,8% do PIB brasileiro, segundo o Conselho Mundial de Viagens e Turismo. É preciso ter em mente que a cada 11 vagas de emprego no mundo, 1 provém da atividade turística.

Falar de turismo LGBTI+, é ter como perspectiva um segmento de demanda que extrapola estereótipos. Como em qualquer segmento, pessoas LGBTI+ buscam por viagens e experiências em que se sintam acolhidas. O turismo LGBTI+ vem crescendo nos últimos anos, mas mais do que isso, vem crescendo em visibilidade. Nós viajantes LGBTI+ sempre estivemos por aqui e por aí, mas a visibilidade tem proporcionado um olhar mais profissional para o segmento.

Para os viajantes, a oportunidade de viajar para destinos seguros e inclusivos, onde as pessoas podem ser quem são e aproveitar a viagem sem medo de discriminação, oferece um impacto financeiro imediato. Os gastos da comunidade, são 30% maior que um turista regular.

Para os residentes, o turismo LGBTI+ pode gerar oportunidades de emprego, renda e desenvolvimento econômico. Além disso, pode contribuir para a promoção da diversidade e da inclusão social no local, propiciando não só oportunidades como também um senso de pertencimento para pessoas que muitas vezes deixam seus lares e famílias em busca de espaços de plena existência em grandes cidades.

O turismo LGBTI+ é uma atividade econômica e social importante que pode trazer benefícios para todes. Garantir que o turismo LGBTI+ seja desenvolvido de forma sustentável e responsável, é premissa para que destinos turísticos promovam a inclusão e a diversidade, oferecendo segurança e oportunidades para todos os viajantes.

A Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil, se sente honrada com o histórico e conhecimento profissional para ajudar empresas e destinos a se tornarem mais acolhedores e rentáveis, acolhendo a população LGBTI+ e promovendo a autonomia financeira destas pessoas que ainda empreendem como forma de sobrevivência contra a discriminação e violência. Assim como se orgulha de ser celeiro de tantos talentos profissionais que hoje também promovem um turismo responsável e mais sustentável sob a perspectiva da diversidade afetivo-sexual e de gênero.

Além de ser um bom negócio, construir e desenvolver empreendimentos diversos ajuda a construir um mundo melhor, mais acolhedor e harmonioso. Não a toa, a atividade turística é também ferramenta de promoção da paz.

Feliz Dia Mundial do Turismo!

Por: Afonso Maximino Krücken Martin, diretor executivo da Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil.

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmara LGBT usa cookies essenciais e tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com as condições da nossa Política de Preivacidade.